Vidro Monolítico

Vidro Comum

Matéria prima para a maioria dos vidros beneficiados do mercado, como os temperados, laminados, refletivos e espelhos. São conhecidos também, por vidro float, devido ao seu processo de produção. Hoje é fabricado no Brasil a razão de toneladas ao dia, em diversas espessuras e tamanhos.

Vidro Temperado

O vidro temperado é mais resistente do que o vidro comum. Quando quebrado, ele gera pequenos fragmentos, que são menos propensos a causar ferimentos graves. Pode ser classificado como um vidro de segurança. O processo para produção do vidro temperado envolve o seu aquecimento a aproximadamente 700 °C e, em seguida, o resfriamento rápido bloqueando as superfícies de vidro em um estado de compressão e o núcleo num estado de tração. Depois de temperado, o vidro não pode sofrer corte ou usinagem.

Vidro Serigrafado

Também conhecido por vidro serigrafado em função do seu principal processo de produção, o vidro com pintura termo fundente recebe uma pintura com tinta cerâmica e em seguida é submetido ao processo de têmpera. A tinta é fundida ao vidro, conferindo alta durabilidade e resistência. As chapas podem ser serigrafadas com uma cor homogênea, ou ainda receber uma textura, com figuras geométricas ou imagens de baixa resolução.

O vidro serigrafado pode ser aplicado em fachadas e coberturas, para controlar a entrada de luz e calor, bem como garantir a privacidade do ambiente interno.

Também é muito utilizado na decoração de interiores, na fabricação de móveis e divisórias. Pode ser ainda curvado, laminado e insulado. A serigrafia também pode ser aplicada em vidros de controle solar.

Vidro Pintado

Após limpeza da superfície do vidro, aplica-se a tinta. Em seguida, é preciso esperar a cura total para poder tocá-lo e empilhá-lo. Após a pintura, não se pode temperar o vidro, pois a tinta não suporta a temperatura de 650 graus °C dentro do forno de têmpera. No caso de ser necessária a utilização de um vidro temperado deve-se temperar o vidro primeiro ou utilizar tintas termo fundentes.

Vidro Acidado

Com o objetivo de se obter privacidade aplica-se um ácido na superfície do vidro, conseguindo assim um vidro translúcido, onde se consegue a transmissão de luz sem permitir uma imagem nítida através do vidro.

Vidro Refletivo

Vidros de controle solar são aqueles que possuem um tratamento superficial por meio de um revestimento metálico, imperceptível a olho nu, mas que podem dar um aspecto mais refletivo ou mais escurecido ao vidro.

Esse revestimento tem a função de minimizar o ganho de calor solar através do vidro, filtrando parte do espectro. Dependendo da composição do revestimento, o vidro pode proporcionar baixo ganho de calor por radiação solar, enquanto permite a passagem de luz

Espelho

Para fabricação do espelho, o vidro recebe em uma de suas superfícies camadas metálicas (de prata, alumínio ou de cromo). Em seguida, o produto recebe camadas de tinta que têm a função de proteger as camadas metálicas. É a prata que promove o reflexo das imagens, visível por meio do vidro transparente e protegida pela tinta. Quando olhamos para o vidro, a camada de prata metálica reflete a nossa imagem.

© 2018 por Central Vidros. 

SIGA A CENTRAL VIDROS